Coronavírus no Brasil

Acompanhe as principais informações e números de casos da doença no país, nos estados e em sua cidade.
Tudo em um único lugar.

Casos de covid-19 no Brasil

Loading...
Loading...
Loading...
Loading...

Escolha a cidade para verificar os casos da doença

Selecione o estado:

Digite o estado...

Selecione a cidade:

Digite a cidade...

As informações são retiradas de brasil.io

Crescimento do número de casos no Brasil

No gráfico, é representado os crescimento exponencial dos números de casos no país, fato muito preocupante para nós brasileiros.


Dessa forma, fica evidente a grande importância do isolamento para a desaceleração desse crescimento.

Informações gerais sobre os estados do Brasil
EstadoCasos confirmadosMortesPopulação estimada

Rows per page:

9

0-0 of 0

Acho que estou com os sintomas da doença, o que eu faço?


O Ministério da Saúde lançou o app Coronavírus-SUS, com o objetivo de conscientizar a população sobre o Coronavírus COVID-19.

Aplicativo google play corona virus ministerio da saudeAplicativo apple store Ministerio da saude covid

Download SUS apps

Principais dúvidas sobre o covid-19

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (SARS-CoV-2) foi descoberto em 31 de dezembro de 2019, e provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros casos do Covid-19, o novo coronavírus que está causando alerta mundial, aconteceram em Wuhan, na China, em dezembro de 2019. A suspeita é de que o vírus tenha origem animal.

Pelo ar, através de gotículas de saliva que saem quando você espirra, tosse ou fala. Essas gotículas podem atingir bocas, olhos e nariz de outras pessoas, momento em que ocorre a transmissão. O contato físico também pode transmitir o vírus por meio de beijos, abraços e apertos de mão. Superfícies não higienizadas, como celulares, maçanetas, corrimões, botões e objetos em geral, também são um risco. Isso porque a pessoa, ao tocar em qualquer coisa, pode estar com a mão contaminada e depositar o vírus ali. Posteriormente, outra pessoa encostará na superfície, trará o vírus para sua mão e, se levar a mão ao rosto, o vírus rapidamente entrará em contato com o organismo e ocorrerá a infecção.

Caso você se sinta doente, com sintomas de gripe, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos e fique em casa por 14 dias. Só procure um hospital de referência se estiver com falta de ar.

Todas as pessoas podem ser infectadas pelo Covid-19. Contudo, os grupos mais vulneráveis e suscetíveis a quadros mais graves da doença são idosos (60 anos ou mais) e portadores de doenças crônicas, como diabéticos, hipertensos ou pessoas com insuficiência renal crônica, por exemplo.

A transmissão do novo coronavírus ocorre de uma pessoa doente para outra através da dispersão pelo ar de gotículas contaminadas do nariz ou da boca, que também podem se espalhar no ambiente e se depositar em objetos e superfícies. Ao tocar esses objetos e superfícies contaminados, e depois tocar os olhos, o nariz ou a boca, outra pessoa pode se contaminar. Além disso, qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção. O novo coronavírus também é transmitido por pessoas que não apresentam sintomas.

Tosse, febre (acima de 37,8º), dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para engolir, dor de garganta, coriza, saturação de oxigênio menor que 95%, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal e dispneia.

Ainda não. Cientistas estão em fase de estudo de medicamentos e vacina para combater o novo coronavírus.

Os mesmos cuidados que a população em geral: permanecer em casa o maior tempo possível, lavar as mãos frequentemente durante o dia, evitar aglomerações e contato social, evitando beijos e apertos de mãos.

Lembre-se que os pelos e patas podem ser um veículo mecânico de transmissão assim como roupas, calçados, celulares e objetos em geral. Por isso, da mesma maneira que devemos tomar cuidado ao tocar com as nossas mãos em objetos, alimentos e superfícies, devemos ter o mesmo cuidado para não contaminar as superfícies dos animais.

É importante que se busque somente as fontes oficiais para obtenção das informações atualizadas. Você pode encontrar mais no site do Ministério da saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde.

Referências:

Ministério da Saúde
Organização Pan-Americana da Saúde

Sim! Estudos atuais demonstram que o uso de qualquer tipo de máscara, mesmo as confeccionadas em tecido, desde que usadas em conjunto com outras medidas de higiene, podem aumentar a proteção da população geral contra a COVID-19. Orientação completa pode ser encontrada em:

Referências:

Orientações sobre o uso de máscaras de pano

Você pode encontrar mais respostas em:

Fio Cruz: Fundação Oswaldo Cruz

Sobre os dados do site


Os dados mudam rapidamente e podem não mostrar alguns dos casos que ainda não foram informados.




Talvez você não veja dados sobre algumas áreas porque não há registros da publicação ou da coleta recente dessas informações.



Existem várias fontes que monitoram e agregam dados sobre o coronavírus. Essas informações são atualizadas em momentos distintos e talvez sejam coletadas de maneiras diferentes.